A pressão de falhar

Ir em baixo

A pressão de falhar Empty A pressão de falhar

Mensagem por Tarin em Qua 14 Nov 2018, 23:59

Ontem foi lançado um artigo bem interessante no The Atlantic sobre a "recessão do sexo". Mais especificamente, sobre a tendência de diminuição do número de jovens tendo vidas sexuais ativas e participando de relacionamentos. É um tema bem interessante para discussão, mas eu queria apenas puxar dele um ponto que foi apontado como um possível fator pra situação, que é o nível extremamente alto de pressão que as pessoas sentem pra evitar o fracasso.

Analisando num contexto de sociedade na era da internet, eu consigo pensar em primeira instância em dois cenários que podem causar esse medo; Que o fracasso é muito mais facilmente registrado e exibido pra todos, amplificando as vezes em proporções desastrosas erros minúsculos. E do outro lado da moeda, que a visibilidade desse tipo de situação, de fracassos extremos, gera uma relutância muito maior ao agir devido ao conhecimento maior das possíveis consequências de casa ato.

O medo devido à exposição a histórias de fracasso é algo exagerado. O conteúdo que é consumido na internet é hiper-focado e filtrado. Portanto, a imagem que temos da realidade através da internet fica bem divergente do que normalmente percebemos no dia-a-dia. Mas conforme mais e mais das nossas vidas são passadas na internet, essas preocupações vão lentamente se normalizando e justificando em campos que antes não entravam. As pessoas perdem empregos por causa de comentários na internet, entre outras coisas.

É interessante pensar, nessa situação, em como a internet é a primeira construção da humanidade que oferece um meio realista de imortalizar qualquer conteúdo. Pensando nisso, não é muito natural hesitar mais com cada ação que fazemos hoje em dia? Acho que o nível de pressão leva a pergunta pra um lado mais profundo, de "Será que eu devo fazer isso?", pra "Como eu quero ser visto/lembrado?".

E isso honestamente é algo paralisante em muitos níveis. No meu caso, eu tive e ainda tenho muitas paranoias em relação a escrever textos, e me comunicar no geral pela internet. Pra mim, acho que o que eu gosto de pensar sobre isso é que... Existe alguém que vai eventualmente ler tudo que eu produzi na internet, e vai tentar me entender completamente. Claro, pode ter milhares de pessoas que vão ler coisas minhas e acharem um lixo, ou que vão ler superficialmente e julgar devidamente. Mas ter pelo menos uma pessoa que tente compreender tudo que eu escreva, parece reconfortante. Porque existe uma razão pra tudo o que eu faço, assim como existe pra qualquer um. É basicamente uma grande alegoria com o objetivo de me fazer ser "verdadeiro à mim mesmo".

Enfim, maluquices e oversharing. O que acham do tema?

_________________


            
ProjetosMúsica
GitHubSoundCloud
Tarin
Tarin
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 23
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A pressão de falhar Empty Re: A pressão de falhar

Mensagem por Thear em Seg 10 Dez 2018, 02:15

Mesmo se não se preocupar com o que a internet (o mundo) pode pensar de seus fracassos, a pessoa já pode sofrer de hesitação paralisante no mundo atual. Simplesmente por ver quão boas são as vidas que as pessoas fingem ter nas redes sociais, alguém já pode sentir que não existe proposito em tentar porque nunca poderá alcançar nada daquilo.

Ou mesmo que tente e seja bem sucedida, seu sucesso parecerá tão pequeno em comparação ao de outros. Já ouvi algumas vezes aquele comentário sobre como, 20 anos atrás, alguém poderia ter notoriedade em seus círculos sociais por ser tão bom em Mortal Kombat ou Mario Kart. Hoje em dia, você pode ser tão bom nesses jogos quanto o jovem de 20 anos atrás, e ainda assim não ser capaz de sequer chegar perto dos ranks mais altos. Sempre será visível o quanto os outros são melhores.


_________________
O importante é reconhecer que você não sabe do que esta falando
Thear
Thear
Admin

Mensagens : 437
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 24

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A pressão de falhar Empty Re: A pressão de falhar

Mensagem por Zé Joelho em Ter 15 Jan 2019, 23:17

Interessante me deparar com o tema após eu me informar sobre "Morte do Autor". Basicamente há divergências quanto como abordamos obras artísticas e culturais em contato (ou a tentativa de apagar o mesmo) com o autor da obra. Uma das questões principais é que quem escreve algo importa tanto quanto o que é escrito, isso é concebido levando em conta a forma como consumimos.

Os casos de Johnny Deep e seus filmes, Kevin Spacey, são casos onde dificilmente conseguimos separar o personagem, a busca da mensagem por verossimilhança, do ser real - ator, humano- que cometeu atos considerados imorais e antiéticos em nosso meio social.
Quando nos expressamos por qualquer meio que o seja, acabamos nos expondo. Mesmo que não sejamos pessoas públicas na noção de carreira, nossas expressões são completamente públicas. Qualquer relação fora de nós com nós mesmos é algo público (a noção de privado é bem difícil).

A "era da Internet" proporciona (a um pouco mais de 10 anos) uma enorme interação entre culturas, classes sociais, informações e, consequentemente, visões de mundo. Essa maior possibilidade de consumir mídias e expressar pensamentos acaba naturalizando um ambiente de exposição constante e necessidade de se expor, de julgar as exposições alheias e a interagir com os mecanismos de exposição (no sentido de ser incentivado a conviver com uma socialização por imagem, uma por texto, uma mesclada, por vídeos).

E de fato há uma "imortalização" do que nós dizemos e, se já era difícil uma pessoa nos anos 80 já achava difícil que alguém poderia mudar, com a imortalidade de nossas expressões, apesar de muitas vezes carregarem a informação sobre a data de publicação, a linguagem e nossa forma de consumo torna aquilo muito recente e imediato. Comentei no meu ciclo de amizades que eu tava bem grato por meu eu de 5-10 anos atrás não ter feito vídeos, publicações e etc. Hoje tenho uma cabeça muito diferente, experiencias totalmente diferentes, e mal sei oq pensarei daqui a 10-15 anos.

As realidades e as formas que nos relacionamos e consumimos mudaram (e continuam mudando) muito rápido e, no meu pensar, entendo que esses estresses, depressões e pânicos atuais são reflexos de sociedades mal resolvidas e também de movimentos de não resolver as questões que anseiam usuários de internet.
Zé Joelho
Zé Joelho

Mensagens : 76
Data de inscrição : 06/06/2015
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A pressão de falhar Empty Re: A pressão de falhar

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum