Vale a pena manter o sistema de escrita japonês?

Ir em baixo

Vale a pena manter o sistema de escrita japonês?

Mensagem por Tarin em Qua 03 Out 2018, 22:09

O idioma japonês, assim como alguns outros asiáticos, tem fama de ser notoriamente difícil de aprender. O maior culpado por essa percepção é um dos seus sistemas de escrita, o Kanji. Kanji é um sistema de escrita logográfico, ou seja, que consiste de ideogramas que representam palavras e conceitos. Os Kanji japoneses foram importados da China, e embora as pronúncias dos caracteres entre os dois idiomas tenha diferenças, muitos dos significados são os mesmos.

Os Kanji definitivamente tem alguns problemas grandes. O sistema é muito mais expansivo em número de caracteres do que alfabetos latinos modernos, o que se torna um grande impedimento para o aprendizado do idioma.
Como estudante de japonês, é muito frustrante sentir que está fazendo progresso no aprendizado da linguagem, mas não conseguir ler quase nenhum texto que te interessa por não saber os Kanji. Até dá, mas tendo que fazer um esforço MUITO maior do que teria com um idioma de alfabeto mais simples. Eu acho que chega um ponto no qual se acaba memorizando a maioria dos Kanji mais utilizados e fica bem mais fácil memorizar os restantes por já conhecer a maioria dos radicais utilizados na sua escrita, mas a curva de aprendizado é íngreme.

Porem, existem vários benefícios do Kanji, alguns não tão óbvios pra quem não tem experiência com o idioma. Devido aos ideogramas representarem conceitos, muitas vezes não é necessário saber como se pronunciam os Kanji pra conseguir entender um texto. Por exemplo, olhem esses Kanji(pronúncia japonesa entre parênteses):

今(ima) : agora, momento atual
日(hi) : dia

Quando são usados juntos, viram:
今日(kyou) : hoje

Outro exemplo:
昨(saku) : último, anterior
昨日(kinou) : ontem

As pronúncias dessas palavras são bem diferentes, mas dá pra entender a lógica por trás dos significados através dos Kanji. Quando eu aprendi separadamente os dois Kanji de 今 e 日 e os vi sendo usados juntos pela primeira vez, acendeu uma luz na minha cabeça - "Ah, é 'hoje'!".

Outro benefício prático é que a escrita da linguagem é muito mais concisa devido à quantidade menor de caracteres necessarios. Textos em japonês são quase sempre bem menores do que textos escritos em alfabetos latinos. Devido à falta de pontuação e espaços na escrita japonesa, alem da grande quantidade de palavras homônimas, os Kanji ajudam muito a agilizar a leitura.

Agora, esses benefícios são o suficiente pra manter o sistema, considerando os impedimentos que ele traz? Isso depende de muitos fatores, mas pessoalmente, eu gosto de que ainda exista bastante diversidade nos sistemas de escrita (e linguagem) do mundo, e que existem sociedades grandes e influentes com tipos de expressão e comunicação diferentes do resto.E a qualidade dos sistemas logográficos de expressarem significado, em vez apenas da pronúncia das palavras é algo muito poderoso, ao meu ver. Não seria interessante imaginar um monte de idiomas diferentes adotando o mesmo sistema logográfico de escrita, permitindo que as pessoas que falem um deles consigam entender os significados básicos de textos escritos com os outros?

_________________


            
ProjetosMúsica
GitHubSoundCloud
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 117
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 23
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum