Unity, UE4, quê? Qual engine devo usar?

Ir em baixo

Unity, UE4, quê? Qual engine devo usar?

Mensagem por Tarin em Seg 20 Ago 2018, 23:59

Oi pessoal! Estou dividindo aqui minhas opiniões sobre as engines de desenvolvimento de jogos mais populares, que eu já tenha utilizado. Uma engine de jogos, pra explicar, é um software que serve como ambiente de desenvolvimento de jogos, agrupando várias ferramentas e tecnologias que auxiliam nas diversas partes do processo.

Já tem bastante conteúdo sobre isso na internet, mas achei que podia ser interessante colocar aqui o que eu encontrei em pesquisas, alem das minhas experiências como iniciante utilizando as engines até agora. As engines abordadas nesse tópico são Unreal Engine 4, Unity , GameMaker Studio e RPG Maker. Tem várias outras engines relevantes, como Construct 2 ou Godot, mas não tenho nenhuma experiência com elas ainda.

Unreal Engine 4


Unreal Engine 4 é uma engine de jogos desenvolvida pela Epic Games que é conhecida por oferecer diversas ferramentas para desenvolver jogos de grande complexidade, alta fidelidade gráfica e com grandes equipes de desenvolvimento. Ainda assim, tambem oferece várias funções para iniciantes e para jogos de escopo menor ou indie.

Eu mexi um pouquinho com UE4, e honestamente, acho que seria a engine que eu usaria, se não fossem alguns problemas críticos com a minha realidade de desenvolvimento. Essa engine é PESADA. O meu computador esquenta bastante rodando, a espera pra carregar ou compilar é bem significativa, alem de que tive vários problemas com a instalação e atualização da própria engine em vários momentos. Ela tem fama de ser a engine "AAA" pra jogos com super gráficos de empresas gigantescas, mas nos últimos tempos teve um processo de melhora da experiência pros iniciantes. Por exemplo, incluindo um modo 2D mais robusto, uma biblioteca de documentação e tutoriais, pacotes de recursos gratuitos pra aprendizado, etc.

O maior diferencial dela como engine em relação as outras, em minha opinião, é o sistema de "Blueprints". É um sistema que permite a programação de componentes do jogo de modo inteiramente visual. Ou seja, tu pode programar teu jogo inteiro sem tocar em uma linha de código(desde que não seja algo muito diferente ou algo que precise de manipulação de performance e coisas mais profundas). Mas não se enganem. Mesmo essa programação visual é bem complexa, e precisa de um bom tempo de aprendizado pra usar efetivamente. Quem sabe por ter tentado aprender ela quando já tinha uma experiência maior com programação, pra mim pareceu bem mais confuso e bagunçado do que simplesmente programar com código.


Olhem pra essa bagunça!


Mas já ouvi dizer que esse sistema é apreciado por artistas, que conseguem fazer tech demos e experiências mais visuais com tranquilidade usando funções básicas das Blueprints. Então pode ser algo interessante se seu foco é mais nessa linha.
No geral, eu acho que a engine pode ser uma escolha válida pra um desenvolvedor indie, mas provavelmente não pra um iniciante. A linguagem de programação usada é C++, que não é particularmente fácil pra aprender do zero pra quem não tem experiência com desenvolvimento de software. Alem disso, a quantidade gigantesca de funções pode ser um pouco imponente pra quem ainda não sabe bem pra qual direção ir. Mas pra quem já tem uma visão focada, e dispôe de tempo e recursos, pode ser a engine que ofereça o melhor resultado final em termos de visual ou performance.


Unity


Unity é uma engine de desenvolvimento de jogos famosa por ser muito versátil, permitindo o desenvolvimento de jogos tanto pelas menores equipes indie, quanto jogos maiores e de equipes grandes. Em comparação com a UE4, é vista como a engine mais "do povo", sendo a preferida de muitos indies de renome. A linguagem de programação principal usada é C#, que é um pouco mais manejável do que C++.

Eu falei que a UE4 começou a investir mais em documentação e usabilidade pra desenvolvedores indie, mas com certeza ainda não chega aos pés da Unity nesse quesito. A Engine é muito amigável de começar, tem vários tutoriais "já na caixa" que te ensinam interativamente a usar as funções dela, alem de uma série de tutoriais em vídeo(que embora eu prefira texto, sei que tem muita gente que prefere esse formato) ensinando a fazer vários arquétipos comuns de jogo, como plataforma, tiro em primeira pessoa, etc.

Outro ponto interessante é o marketplace de venda de recursos deles, que é bem mais populado do que o da UE4(algo que eles estão tentando combater). Só usei bem pouquinho dela, mas no geral, gostei da minha experiência com a engine e pretendo continuar usando no futuro. Essa ainda é uma engine grande e complexa, mas acho que pela qualidade dos tutoriais e conteúdo pra iniciantes, é uma opção muito válida pra começar.


GameMaker


A engine "completa" tradicional pra iniciantes, ocupando um degrau entre RPG Maker e as outras . Ela tem uma interface mais simples e amigável do que Unity e UE4, e tem mais funções simples e úteis pra jogos 2D, como tilesets. A engine usa uma linguagem de programação proprietária que é feita pra ser mais fácil pra iniciantes, mas eu pessoalmente não gostei muito do que vi.

Acho que seria ideal pra jogos 2D mais complexos ou focados em ação do que RPGs, como jogos de plataforma, metroidvanias, roguelikes e outros do gênero. Outro ponto positivo é que suporta mais plataformas do que RPG Maker, conseguindo exportar pra PC, mobile, e consoles.


RPG Maker


RPG Maker é uma engine de jogos voltada para pessoas que não tem experiência nenhuma com programação. Ela permite a criação de RPGs inteiros sem mexer com nada de código, alem de já trazer um pacote grande de recursos de imagem e áudio pra utilizar no desenvolvimento.

Pra quem quer fazer um RPG e é iniciante, acho difícil dizer pra não começar por aqui. Por mais amigáveis que as outras engines tentem ser, elas ainda definitivamente requerem conhecimento de programação pra fazer a maioria dos projetos. O RPG Maker, por limitar bastante o escopo, consegue oferecer um ambiente extremamente fácil de pegar e aprender, enquanto ainda muito competente e completo no que oferece.

Existe um certo tabu com jogos de RPG Maker, de que tem uma enxurrada de jogos de baixa qualidade produzidos com ela na Steam, e coisas do gênero. Mas eu digo que é uma engine muito boa pra sua função, e que já foi usada pra produzir jogos muito interessantes por pessoas que tinham bastante criatividade, mas pouca experiência, recursos ou alcance de outras engines. Alguns jogos famosos feitos em RPG Maker são To the Moon, Yume Nikki e Lisa.

Pra quem quiser investir mais, a engine permite a edição do código fonte do jogo e a adição de scripts pra adicionar e modificar funcionalidade. A linguagem muda dependendo da versão, mas o mais recente, RPG Maker MV, usa JavaScript. O RPGMV tambem permite a exportação dos jogos pra PC e mobile.

Essa foi a primeira engine que eu usei, e foi o que me levou a me aprofundar em desenvolvimento de jogos e aprender programação. Acho que com certeza é algo que vale a pena investir tempo pra quem quer tentar pela primeira vez desenvolver jogos, e potencialmente descobrir uma nova paixão ou hobby.

_________________


            
ProjetosMúsica
GitHubSoundCloud
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 117
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 23
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum