"Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Ir em baixo

"Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Tarin em Ter 27 Mar 2018, 22:49

A indústria dos jogos está passando por uma transição no momento. Mídias físicas estão progressivamente diminuindo de importância enquanto a compra digital vem ganhando espaço. Isso já é uma realidade faz tempo para plataformas como PC e mobile, mas agora até plataformas como o Nintendo Switch com seus cartuchos estão com uma parcela cada vez maior de vendas digitais.

Porem, algumas empresas já estão de olho na próxima grande transição, como por exemplo, a Microsoft focando em estabelecer uma plataforma de jogos por assinatura. Um modelo Netflix ou Spotify, por assim dizer. Eles já tem um serviço assim atualmente, chamado Xbox Game Pass. Ele ainda é limitado por enquanto, e serve mais como um atrativo pro ecosistema do Xbox, mas já foram dados indícios de que querem ampliar esse empreendimento.

Acho que é uma mudança basicamente inevitável. A indústria de jogos AAA foca cada vez mais em obter lucros com serviços alheios à própria venda de jogos em si. Já é popular usar o termo GaaS(Games as a Service, ou Jogos como um Serviço) pra descrever jogos que oferecem suporte e updates contínuos tentando manter a base de jogadores pelo maior tempo possível, investindo em assinaturas, microtransações, esports, etc. Pra esse tipo de jogo, diminuir a barreira de entrada pros jogadores é de suma importância, e um modelo de distribuição por assinatura poderia ser bem atraente pras grandes distribuidoras.

É interessante pensar como um futuro de serviços de assinatura iria transformar a indústria de jogos. Qual seria o efeito nos jogos indie, por exemplo? Por um lado, a disponibilidade imediata para um público grande poderia propulsionar vários jogos indie de qualidade. Mas por outro lado, financeiramente poderia ser mais complicado pra jogos pequanos se manterem sem fazer um determinado impacto. Fazendo uma comparação com a indústria da música, que já é dominada por serviços de assinatura, é comum haverem reclamações de que é difícil para artistas pequenos ganharem espaço nas politicagens do universo de playlists e promoções do Spotify. Como evitar que as distribuidoras AAA incentivem modelos financeiros que beneficiassem os jogos delas e prejudicassem os pequenos?

_________________


            
ProjetosMúsica
GitHubSoundCloud
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 117
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 23
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Thear em Ter 27 Mar 2018, 23:36

Pois é. A primeira coisa que pensei ao ler esse titulo foi nos jogos indie. Por mais que eles tenham valor por si próprios, e muitas vezes eu considere jogos indie melhores que os AAA, o fato é que um dos fatores que facilita pros indie é o seu preço menor.

Se escolher com cuidado, tu pode facilmente comprar 5 indies que vão te dar 100 horas de gameplay pelo preço que compraria um AAA que não chegaria nisso. Se o preço de um jogo específico não importa mais, os indie vão sim sair prejudicados. Mas por si só sei que esse risco não impediria esse tipo de serviço de ser criado. Ninguem liga pros pequenos e a inovação não pode parar para defende-los. Provavelmente alguma adaptação ocorreria.

O que pode impedir isso é a falta de colaboração. Ok, Spotify é massivo, e geralmente da pra assinar com a confiança de que todas, ou quase todas as músicas que tu gosta estarão la (não as minhas, eheh). A Netflix também é enorme, mas tem tido problemas com acervo encolhendo nos ultimos anos, e se tu quiser todas as opções possíveis vai precisar de Hulu, Crunchyroll, entre outros. Múltiplas assinaturas.

Se eu quiser acesso a maior diversidade possível de jogos, quantos serviços vou ter que assinar? Talvez nos consoles tenha algum sentido... Tu compra um console e assina o serviço dele pra ter todos os jogos... Mas no PC isso parece impraticável, mesmo com a colossal Steam existindo.

Pra começar que a Steam já não cobre os jogos recentes da EA, uma das maiores empresas. Também envolve DRM (tem que instalar a Uplay e ela abre quando tu inicia um jogo) nos jogos da Ubisoft, outra das maiores. Também tem muitos jogos free to play na steam que usam launchers próprios, em vez de serem lançados diretamente pela steam. Muitas empresas não querem dar tanto controle da distribuição de seu jogo para a Valve, então eles fazem essas restrições.

Se a Valve ameaçasse criar um serviço desses, muitas empresas não aceitariam participar ou ate retirariam seus jogos da steam. Aí o serviço da steam ou seria um desastre, ou funcionaria e mais empresas começariam a remover seus jogos para criar o seu próprio serviço do tipo. E acabaríamos com a mesma situação de ter que assinar vários serviços. Considerando as frequentes promoções com descontos grandes na steam, isso pode acabar saindo mais caro do que comprar múltiplos jogos por mês.

Talvez com os dois sistemas de uma vez (comprar cada jogo, ou assinar por todos), daria certo. Mas ainda existiria o risco de empresas se retirarem da steam... E não sei exatamente como, mas suspeito que poderia se tornar mais difícil para jogos com multiplayer preparar seus servidores adequadamente para flutuações de userbase. Essa ultima preocupação eu não pensei a fundo mesmo, então talvez não seja valida.

E se não for a Valve, não vejo quem poderia ser. No PC nenhuma outra empresa tem condições de competir com a Valve em distribuição de jogos. Ate porque, a própria Valve já é um serviço mais conveniente, que substituiu o modelo original e diminuiu a pirataria. GOG e Origin vão bem, mas o acervo é ínfimo em comparação, e jogos comprados na GOG geralmente são ativados na steam de qualquer forma.


Então... Ok. Serviços de assinaturas pra jogos são uma ideia legal... mas me preocupo com os indie (ou ate os AA), e não consigo imaginar como isso seria implementado fora dos consoles (onde a fabricante tem muito mais poder)... Seria um processo longo e complicado. Claro que em algum momento a Steam vai cair e a industria vai mudar, só não sei como.

_________________
O importante é reconhecer que você não sabe do que esta falando
avatar
Thear
Admin

Mensagens : 400
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 23

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Tarin em Qua 28 Mar 2018, 15:32

Sim, essa fragmentação dos serviços é o maior problema, mesmo. Vai com certeza acontecer, considerando o lucro potencial em ser a líder de mercado, e quão protecionistas já são essas empresas. Vai acabar que tu precisaria pagar vários serviços e potencialmente pagar mais pra continuar acessando o conteúdo que tu já tem hoje em dia, mesmo pra quem compra muitos jogos.  

E por outro lado, se tudo se concentrar numa plataforma só, monopoliza o negócio e pode ser bem problemático tambem. Imagine a EA dona do serviço de assinatura dominante da indústria. Ou a Tencent, que é uma possibilidade bem mais realista... Hoje em dia, mesmo no PC tem competição pra serviços como a Steam, como tu falou. Se não tivesse competição nenhuma, uma coalizão de empresas AAA iria facilmente destruir os interesses dos indies e empresas menores.

Mudando um pouco a linha, algo que é bem associado com a ideia de um serviço de assinatura, é a disponibilização de jogos por streaming. Isso faria com que o serviço fosse realmente independente de plataforma( fora requerimentos de controles e coisas assim) e muito mais mainstream, já que todo mundo teria um celular ou algo do gênero pra acessar os jogos. Não sei o quão realizável isso já é com a tecnologia e infraestrutura de internet atual (em regiões remotas seria um desastre), mas é uma perspectiva bem interessante.

_________________


            
ProjetosMúsica
GitHubSoundCloud
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 117
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 23
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Thear em Qua 28 Mar 2018, 21:14

Hmm... Streaming de jogos (e de quase qualquer coisa que requer um computador muito poderoso) deve provavelmente vir a acontecer, sim. Mas ainda deve levar um bom tempo, imagino... Não que eu saiba prever, mas a maior parte do mundo não tem infraestrutura de internet pra lidar com isso... na pratica, nem sei se países com super-internet como Coreia do Sul tem o necessário pra isso. Talvez?

_________________
O importante é reconhecer que você não sabe do que esta falando
avatar
Thear
Admin

Mensagens : 400
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 23

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Tomate em Qui 29 Mar 2018, 02:03

Streaming será, basicamente, a palavra da próxima década. Como se já não bastasse o que aconteceu nessa. Mas não existirá quase nenhuma forma mais de vender produtos que não sejam em streaming. A Netflix e o Spotify mostraram isso. E é bem mais compensador você ter um grande acervo de produtos para consumir de uma vez, e quando quiser, do que de vez em nunca.

Mas seguindo a ideia do Thear, me preocupo com os jogos indies que a cada ano estão surpreendendo mais e algumas produtoras se tornam até produtoras gigantes - como é o caso da Ubisoft - como seria em um terreno como esse? Talvez uma grande empresa criar uma plataforma apenas para indies com streaming também, revertendo um número x de horas jogadas para os criadores como acontece no Spotify?

E outra coisa também que seria bem chato seria assinar diversos serviços apenas para jogar algo. Mas acho que prefiro assinar um "preço alto" do que ficar gastando com um jogo AAA que está cada vez mais caro.
avatar
Tomate
"Lerei"

Mensagens : 158
Data de inscrição : 15/02/2016
Idade : 21
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Thear em Qui 29 Mar 2018, 04:37

O pior problema é pagar um monte por um AAA e ainda ter um monte de conteúdo trancado atrás de micro-transações. O maravilhoso modelo EA.

Com certeza reverter horas jogadas para os criadores seria o esquema padrão no caso de serviços de jogos on demand. Por isso mesmo é tão perigoso para indies. Se tu paga 30 por mes por uma plataforma com 10 mil jogos, são muito grandes as chances de escolher jogar algo colossal tipo Star Citizen com milhões de jogadores, que normalmente custaria 200 reais ou mais, em vez de um jogo indie desconhecido mas excelente que geralmente custaria 20 reais e não tem quase nenhum marketing.
Um serviço desse favoreceria a concentração dos jogadores num pequeno número de jogos multiplayer imensos, em vez da tendencia atual de espalhar a playerbase cada vez mais.

_________________
O importante é reconhecer que você não sabe do que esta falando
avatar
Thear
Admin

Mensagens : 400
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 23

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Tarin em Qui 29 Mar 2018, 11:51

@Tomate escreveu: Talvez uma grande empresa criar uma plataforma apenas para indies com streaming também, revertendo um número x de horas jogadas para os criadores como acontece no Spotify?  

Isso é uma questão interessante tambem. Essa questão do modelo financeiro (no caso do Spotify, isso é feito por vezes que a música foi tocada) pode influenciar a mídia que é produzida. No caso da música, ficou comum artistas fazerem álbuns mais longos, músicas mais curtas, músicas mais "fáceis de ouvir", pra serem tocadas repetidamente sem enjoar.

Um sistema de remuneração por horas jogadas iria favorecer ainda mais jogos multiplayer e qualquer gênero que estimule muitas horas de jogo com o mesmo conteúdo. E por outro lado, iria prejudicar fortemente jogos single-player ou focados em narrativa (o que já é um tópico muito comentado na indústria mesmo antes de serviços por assinatura). Consigo ver muitos jogos adicionando elementos pra aumentar artificialmente o tempo de jogo, como grinding e repetição excessiva de conteúdo. Acho que essa é minha maior preocupação com esse sistema inteiro, e pode ser bem problemático...

_________________


            
ProjetosMúsica
GitHubSoundCloud
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 117
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 23
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Thear em Sex 30 Mar 2018, 01:16

Sim. Jogos curtos mas excelentes e memoráveis como Portal ou Undertale seriam muito prejudicados.

_________________
O importante é reconhecer que você não sabe do que esta falando
avatar
Thear
Admin

Mensagens : 400
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 23

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Netflix" dos jogos - O futuro próximo da indústria?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum